II Colóquio Lote e quadra, cidade e território | A unidade de conservação como mediadora da qualidade ambiental-urbana – 03.DEZ.2018

 

O segundo Colóquio Lote e quadra, cidade e território, na sua segunda edição, reuniu pesquisadores de diferentes  campos de pesquisas para refletir sobre as unidades de conservação ambiental, tendo como eixo central do debate  o papel dos Parques Naturais (PARNA) no contexto cultural, socioespacial e geobiofísico.

O interesse deste fórum é colocar na mesa de discussões as tensões existentes sobre meio ambiente natural e construído, considerando as unidades de conservação e as possíveis  interpretações desses  espaços a partir dos instrumentais  teórico-conceitual e dos pressupostos metodológicos  relacionados ao campo de estudo da paisagem e do paisagismo  stricto sensu. Em face a tais questões importa ainda dimensionar  como  a metodologia e  a práxis do paisagismo impactam  as relações entre  sociedade e  natureza no  plano  contemporâneo.

Esta edição é mais um desdobramento acadêmico do projeto Lote e quadra, cidade e território: múltiplas escalas do projeto paisagístico,  iniciado em 2015, na Escola de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal Fluminense (EAU-UFF), e vem discutindo as  relações entre o  projeto de paisagismo e as diferentes  esferas e  escalas do  ambiente urbano.

A proposta firmou desde 2016, uma parceria  com grupo de pesquisas Paisagens Hibridas (GPPH-EBA/UFRJ), da Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro e  na  edição de 2018, conta com o apoio  Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo PPGAU e Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação iniciada.

 

Objetivos

O Colóquio tem por objetivo promover  um debate entre as diversas áreas do conhecimento que envolvem pesquisas e estudos sobre a paisagem, o urbanismo, o paisagismo relativo as unidades de conservação ambiental, considerando seus aspectos socioculturais, geobiofísicos e ecológicos.

Busca  discutir e aprofundar e as abordagens sobres os espaços considerados como os parques nacionais, elencando também,  outras categorias relativas as unidades de conservação, de uso sustentável e de proteção integral, destacando assim, a relevância no estudo da paisagem e do ambiente urbano;

Promover o entendimento das dimensões conceituais que definem as unidades de conservação, através de leituras baseadas a partir do campo epistemológico dos estudos da paisagem, considerando especialmente as características geobiofísicas, ambientais e culturais desses espaços e consequentemente, sua importância na qualidade de vida das cidades;

Debater aspectos do paisagismo sob a perspectiva ecológica, considerando o contexto tradicional como também, os  novos arranjos teórico-metodológicos  favorecidos pelos estudos contemporâneos, em particular aqueles  centrados nas discussões sobre as diferentes  escalas de intervenção urbanas, partido do lote e da quadra até  o âmbito da cidade e do território.

Para tanto será considerado  como base epistemológica dessa discussão as pesquisas em andamento voltadas aos parques naturais e as unidades de conservação, sem perde de vista as relações paisagísticas nas diferentes escalas de projeto e de apropriação urbana, visando a problematização de ações que se dão: a) no âmbito dos poderes públicos; b) nos usos que a sociedade faz desses espaços e; como a mesma interpreta sua ordem de importância e seu valor no cotidiano urbano.

Por  fim, refletir sobre os novos  conceitos e práticas paisagísticas  das unidades de conservação como elementos geobiofísicos com vistas  à  mitigação de problemas que se manifestam no âmbito territorial, observando dinâmicas, processos e valores socioculturais.

Programação

9:30 - 10:00Credenciamento
10:00 -10:20Abertura
Prof. Dr. Jorge Baptista de Azevedo | EAU/UFF
Profa. Dra. Flavia Braga | EAU/UFF
10:20 -11:40MESA-REDONDA I
Territórios paisagísticos: pensando o verde para além da trama urbana
Profa. Msc. Cíntia Miua Maruyama | Centro de Estudos do Mar/UFP
Prof. Dr. Claúdio Belmonte de Athayde Bohrer | GEO/UFF
11:40 -12:00Mediação
Me. Flavio Telles | Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro.
12:00 -13:30 Intervalo
13:30 -14:50MESA-REDONDA II
O papel da governança para atingir metas de paisagens sustentáveis: relação entre escalas temporais e espaciais para o planejamento urbano
Profa. Dra. Heloisa Soares de Moura | GEO/UFMG
Dra. Anna Gayosa | Procuradoria Geral do INEA/RJ
14:50 -15:20Mediação
Profa. Dra. Maria Naíse de Oliveira Peixoto | IGEO/UFRJ
15:20 -15:30Intervalo
MESA-REDONDA III
A unidade de conservação como estruturante urbana: possibilidades de planejamento
Profa. Dra. Ima Célia Guimarães Vieira | Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG)/Parque do Museu Emílio Goeldi
Dr. Breno Herrera da Silva Coelho | ICMBio/PARNASO_LIEAS/UFRJ.
16:50 -17:20Mediação
Prof. Dr. Cleber Castro | IMB/UFRRJ
17:20Encerramento
Prof. Dr. Jorge Baptista de Azevedo | (EAU-UFF)
Profa. Dra. Flavia Braga|(EAU-UFF)

Data e Local

Dia 3 de dezembro de 2018
Espaço Cultural Correios |  Av. Visconde do Rio Brando, 481 – Centro |  24020-004 – Niterói – RJ

Público Alvo

O colóquio é aberto à participação de graduandos e pós-graduandos, assim como de profissionais e interessados no recorte temático do evento. O encontro científico está atrelado ao projeto Lote e quadra, cidade e território: múltiplas escalas do projeto paisagístico coordenado pelo Profa. Dra. Flavia  Braga(EAU-UFF) e conta com o apoio da linha de pesquisa A forma-jardim:  cultura artística e visual na paisagem do Grupo de Pesquisas Paisagens Híbridas (EBA/UFRJ).

*Serão fornecidos certificados de participação aos inscritos, mediante solicitação.

Inscrições






Palestrantes

  
Anna Luiza Gayoso Monerat (Procuradoria-INEA/RJ) | Advogada, Mestre em Ciências Jurídicas pela PUC, com pós-graduação em Gestão Ambiental pela FGV e Direito Constitucional Tributário pela USP (1990). Procuradora do Estado do Rio de Janeiro desde 1996. Atuou na Procuradoria do Patrimônio e Meio Ambiente e foi Procuradora Assessora Jurídica Chefe da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano.
Prof. Dr. Breno Herrera (PARNASO/ICMBio) |Biólogo, Doutor em Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social (EICOS/UFRJ), Mestre em Planejamento Ambiental (COPPE/UFRJ). Pesquisador do Laboratório de Investigação em Educação, Ambiente e Sociedade (LIEAS/UFRJ). Professor do Instituto Teológico Franciscano (ITF). Analista ambiental do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, atualmente lotado no Parque Nacional da Serra dos Órgãos, como coordenador de educação ambiental. Instrutor da Academia Nacional da Biodiversidade (ACADEBio/Instituto Chico Mendes). Foi chefe da APA Guapimirim e primeiro presidente do Conselho do Mosaico de Unidades de Conservação da Mata Atlântica Central Fluminense. Autor dos projetos técnicos de criação do Monumento Natural das Ilhas Cagarras (Lei 12229/10) e Estação Ecológica da Guanabara (Dec. s/n 15/02/06). Tem experiência nas áreas de ecologia social, políticas públicas ambientais, participação social, educação ambiental e gestão ambiental.
Prof. Cíntia Miua Maruyama
Docente do Centro de Estudos do Mar da Universidade Federal do Paraná | UFPR.
Flavio Pereira Telles | Engenheiro Florestal formado na Univ. Fed. Rural do Rio de Janeiro, com Especialização em Análise e Avaliação Ambiental pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Mestre em Ciência Ambiental pela Universidade Federal Fluminense. Trabalha na Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro – Fundação Parques e Jardins – desde 1986, tendo exercido diversos cargos de chefia inclusive o de Diretor de Arborização e Produção Vegetal. Membro da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana, onde atualmente é o seu Vice-Presidente. É associado ainda International Society of Arboriculture (ISA) e da Society of Municipal Arborists (SMA).
Prof. Dr. Cleber Castro (GEO/UFRRJ) | Geógrafo, Doutor e Mestre em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professor Adjunto do Instituto Muldisciplinar/UFRRJ
Profa. Dra. Heloisa Costa (GEO/UFMG) | Arquiteta Urbanista, Mestre M Phil in Urban Planning - Architectural Association, Doutora em Demografia pela Universidade Federal de Minas Gerais e pós-doutorado no Departamento de Geografia da Universidade da Califórnia em Berkeley. Professor titular do Departamento de Geografia da Universidade Federal de Minas Gerais. Áreas de pesquisa: planejamento urbano, geografia urbana, políticas públicas e implicações sócio-ambientais.
Prof. Dra. Ima Célia Guimarães (Museu Paraense Emílio Goeldi - MPEG) | Agrônoma, Mestrado em Genética e Melhoramento de Plantas pela Universidade de São Paulo e Doutora em Ecologia pela University Of Stirling. Pesquisadora titular do Museu Paraense Emilio Goedi, do qual foi diretora. Docente permanente dos cursos de Mestrado e Doutorado em Ciências Ambientais da UFPA-MPEG-EMBRAPA e do curso de Mestrado em Botânica da UFRA.
Profa. Dra. Naise de O Peixoto (IGEO/UFRJ) | Geografa, Mestre e Doutora na área de Planejamento e Gestão Ambiental do Programa de Pós-graduação em Geografia desta universidade. Docente da UFRJ desde 1997, vinculada ao Núcleo de Estudos do Quaternário & Tecnógeno do Departamento de Geografia/Instituto de Geociências e pós-graduação em Geografia da UFRJ e no curso de Especialização em Ensino de Geografia da Faculdade de Educação da UFRJ.

Créditos

Organização/Coordenação
Prof. Dr. Jorge Baptista de Azevedo (EAU-UFF)
Profa. Dra. Flavia Braga (EAU-UFF)

Realização
Universidade Federal Fluminense
Escola de Arquitetura e Urbanismo

Organização
Projeto Lote e quadra, cidade e território: múltiplas escalas do projeto paisagístico

Parcerias:
Escola de Arquitetura e Urbanismo (EAU-UFF)
Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo | PPGAU
Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação
Grupo de Pesquisas Paisagens Híbridas | GPPH – EBA/UFRJ

Apoio
Centro Cultural dos Correios

 

Compartilhar

Paisagista pela Escola de Belas Artes/Universidade Federal do Rio de Janeiro, Mestre em Ciências da Arquitetura pelo Programa de Pós-Graduação em Arquitetura – ProArq – FAU/UFRJ. Doutor em Planejamento Urbano e Regional pelo Programa de Pós-Graduação de Planejamento Urbano e Regional ? IPPUR/UFRJ. Professor Adjunto da Escola de Belas Artes/UFRJ, no Curso de História da Arte. Atua como Coordenador do Grupo de Pesquisas História do Paisagismo- EBA/UFRJ.

Escola de Belas Artes| Universidade Federal do Rio de Janeiro