Grupo de pesquisas Paisagens Híbridas

 

Paisagens Híbridas é um grupo de pesquisas acadêmicas vinculado, à Escola de Belas-Artes | UFRJ, que tem como matriz de trabalho a ideia da paisagem inventada, que, por sua vez, considera a priori as dinâmicas orgânicas e inorgânicas produzidas pelo encontro entre o homem, a cultura e natureza, implicando a materialização e a manifestação de ações de caráter híbrido sobre o ambiente. É justamente na criação dessas ambiências que nos deparamos  com um palimpsesto cujas ordens, escalas e dimensões de construção do mundo potencializam diferenciadas matizes de desenhos de paisagens: reais, imaginárias, paisagísticas, sonoras, artísticas, fúnebres, artificiais, cinematográficas, arqueológicas, eróticas, patrimoniais, paisagens do medo, ou seja, paisagens compostas pelos mais diversos elementos que interagem e se complementam na constituição do cotidiano humano.

Os interesses de trabalho e pesquisas dos componentes do  grupo estão estruturados em seis eixos temáticos que interpretam a paisagem e, consequentemente, a cidade a partir de diferentes aportes teóricos. Cada um desses eixos  elege um recorte para estudar as dinâmicas que constituem no ambiente criado pelo homem. São eles:   Domínios da paisagem - imagem e ideologiaA cidade como artefato: arqueologia, paisagem e patrimônio, Dinâmicas Urbanas: a arte da representação e interpretação das metrópoles,  Identidades paisagísticas de cidades amazônicasA forma-jardim: cultura artística e visual na paisagem e Cemitérios: lugar de dor, luto e memórias paisagísticas.

O grupo é composto por docentes de Instituições de Ensino Superior (IES) e pesquisadores de  diferentes regiões do  Brasil e também do exterior (  Austrália, Portugal, Inglaterra, Espanha e Uruguai).  As áreas  de conhecimento também são  múltiplas. São  Paisagistas, Arquitetos Urbanistas, Filósofos, Historiadores da Arte,  Arqueólogos,  Historiadores, Antropólogos, Biólogos e  Agrônomos cujos interesses temáticos de  estudos e  pesquisas se espraiam por  diferentes territórios do conhecimento  sob o signo dos  estudos da paisagem. O grupo também acolhe pós-graduandos e graduandos que cruzam seus interesses de trabalho com as linhas de pesquisas dos  docentes do Grupo. 

A produção de conhecimento através das pesquisas em andamento de docentes e pós-graduandos indica um dos  vetores centrais do  grupo. A  a organização de atividades acadêmicas  reunido pesquisadores do grupo e  demais colegas de área de interesse através de colóquios, simpósios, seminários, voltadas a estudantes como também  ao público em geral é um  dos movimentos centrais do grupo.  Existe também em nosso trabalho uma forte preocupação na elaboração de material  científico, resultado de  pesquisas individuas ou  fruto de trabalhos  em conjunto. Outras  ações que revelam uma outra face do grupo está  vinculada a  Projetos de Extensão universitária, onde é possível um espraiamento dos resultados do  nossos trabalho para  a comunidade  de forma ampla  e irrestrita. 

 

Hybrid Landscapes is an academic research group linked to the School of Fine Arts | UFRJ, whose work matrix is ​​the idea of ​​the invented landscape, which, in turn, considers a priori the organic and inorganic dynamics produced by the encounter between man, culture and nature, implying the materialization and manifestation of character actions hybrid on the environment. It is precisely in the creation of these environments that we are faced with a palimpsest whose orders, scales and dimensions of world construction enhance different shades of landscape designs: real, imaginary, landscape, sound, artistic, funeral, artificial, cinematographic, archaeological, erotic, heritage, landscapes of fear, that is, landscapes composed of the most diverse elements that interact and complement each other in the constitution of human daily life.

The work and research interests of the group's members are structured around six thematic axes that interpret the landscape and, consequently, the city from different theoretical perspectives. Each of these axes chooses a section to study the dynamics that constitute the environment created by man. They are: Domains of landscape - image and ideology, The city as an artifact: archeology, landscape and heritage, Urban Dynamics: the art of representation and interpretation of metropolises, Landscape identities of Amazonian cities, The garden form: artistic and visual culture in landscape and Cemeteries: a place of pain, mourning and landscape memories.

The group is composed of professors from Higher Education Institutions (HEIs) and researchers from different regions of Brazil and also from abroad (Australia, Portugal, England, Spain and Uruguay). The areas of knowledge are also multiple. They are Landscape Architects, Urban Architects, Philosophers, Art Historians, Archeologists, Historians, Anthropologists, Biologists and Agronomists whose thematic interests of studies and research spread across different territories of knowledge under the sign of landscape studies. The group also welcomes graduate students and undergraduates who cross their work interests with the research lines of the Group's professors.

The production of knowledge through ongoing research by teachers and graduate students indicates one of the central vectors of the group. The organization of academic activities bringing together researchers from the group and other colleagues in the area of ​​interest through colloquia, symposia, seminars, aimed at students as well as the general public is one of the central movements of the group. There is also a strong concern in our work in the preparation of scientific material, the result of individual research or the result of working together. Other actions that reveal another side of the group are linked to University Extension Projects, where it is possible to spread the results of our work to the community in a broad and unrestricted way.

Linhas de Pesquisa

Fóruns Acadêmicos

Mesa-redonda | UERJ

É um axioma nos estudos contemporâneos sobre paisagem, dentre o surgimento de outras possibilidades interpretativas, o que segue se estabelecendo tanto no oriente quanto no ocidente, funda-se sob o domínio imagético. Dito de outra maneira, isto…

Forum de Debates

El jardín se reconstruye continuamente con el paso do tiempo. Vive bajo el cielo infinito y clama relación com el paisaje circundante; se ileva bien sólo com aquellos que conocen bien o solo, sua orientación, sus…

Morte, arte fúnebre e patrimônio | Rio de Janeiro | 16 E 17.OUT.2019

Não sabemos onde a morte nos aguarda, esperemo-la em toda parte. Meditar sobre a morte é meditar sobre a liberdade; quem aprendeu a morrer, desaprendeu de servir, nenhum mal atingirá quem na existência compreendeu que a…

Seminário Paisagem e gênero | Belém e Rio de Janeiro, 2019

Vivemos num mundo social onde novas identidades culturais e sociais emergem, se afirmam, apagando fronteiras, transgredindo proibiçõese tabus identitários, num tempo de deliciosos cruzamentos de fronteiras,de fascinante processo de hibridizaçãode identidades. É um privilégio, uma dádiva,uma…

Mesa-redonda | Onde a morte habita? a cidade sob o signo da tanatologia | 13.NOV.2018

  Na nota introdutória de sua obra Os vivos e os mortos na sociedade medieval, publicada na última década do século passado, Jean-Claude Schmitt apresenta uma questão de significativa relevância para pensar o destino do homem após…

II Colóquio Lote e quadra, cidade e território | A unidade de conservação como mediadora da qualidade ambiental-urbana – 03.DEZ.2018

  O segundo Colóquio Lote e quadra, cidade e território, na sua segunda edição, reuniu pesquisadores de diferentes  campos de pesquisas para refletir sobre as unidades de conservação ambiental, tendo como eixo central do debate  o papel…

Cuidados com o corpo e com a alma | 10.Out.2018

OS DISCURSOS RELATIVOS aos cuidados com o corpo e com a alma estiveram interligados em Portugal no período moderno, chegando ao século IX. Curar o corpo e salvar a alma eram preocupações de religiosos, políticos e…

Seminário Morte, arte fúnebre e patrimônio: memória, simbolismo e imaginário | Pelotas, 8 e 9.11.2018

15 de novembro Há um tempo em que a morte é um acontecimento, uma ad-ventura, e como tal mobiliza, interessa, tensiona, ativa, tetaniza. E depois, um dia, já não é um acontecimento, é uma outra duração,…

Cursos | Palestras | Extensão Universitária

Disciplina

Programa de Pós-Graduação Arquitetura e Urbanismo | PPGAU/FAU/USPCÓDIGO | AUH5865CIDADE, HISTÓRIA E PATRIMÔNIO CULTURALCITY, HISTORY AND CULTURAL HERITAGE Mestrado Profissional Projeto e Patrimônio | MPPP - FAU/UFRJCÓDIGO | FAH735 SEMINÁRIOS…

Ecos do paraíso | Edição/21

JARDIM PERDIDOJardim em flor, jardim da impossessão,Transbordante de imagens mas informe,Em ti se dissolveu o mundo enorme,Carregado de amor e solidão.A verdura das árvores ardia,O vermelho das rosas transbordava,Alucinado cada…

Novas Abordagens em Patrimônio | 05.03.2021

Novas Abordagens em PatrimônioDiálogos Latinoamericanos Mesa-redonda da Iniciativa Nosso Patrimônio Mundial Horário18h00 (Brasília) | 18h00 (Chile) | 16h00 (Colômbia) |15h00 (México). ESCOPO E OBJETIVOS | SCOPE AND PURPOSES A Convenção…

Curso Livre

Curso | Saberes Arqueológicos: cidade, paisagem, patrimônioProfa. Dra. Jackeline de Macedo Período | 06, 13, 20 e 27 de abril de 2021Investimento: R$ 150,00 A PROPOSTA A Arqueologia no espaço-tempo contemporâneo apresenta questões…

Exposições

Exposição | Nathan Braga

A EXPOSIÇÃO SEMPRE VIVA apresenta um recorte na recente produção de Nathan Braga, que se volta a…

Exposição | Coletiva

Inventário de pequenas epifanias Curadoria: Oswaldo CarvalhoCordenação: Roberto TavaresAbertura: 06 de agosto de 2019 de 18h00  Visitação: De 07 de julho…

Exposição | Andando na História do meu povo

I walk in the history of my peopleChrystos (Menominee) From “Not Vanishing”. Press Gang Publishers. Vancouver BC,…

Exposição

A arte pode ser cruel. Afirmo isso ao me deparar com as obras da Série Entre mares.…

Livraria

Notícias

Exposição | Arquelogia na FIOCRUZ

O trabalho do arqueólogo não se limita apenas a atividade de campo com as escavações e…

Pós-evento | MAFP

A catástrofe da morte e suas representações discursivas no Seminário Morte, arte fúnebre e patrimônio: interlocuções,…

Pós-evento | Edição Belém

Nos dias 29 de maio e 6 de junho de 2019, em Belém do Pará, ocorreu…

Série Jardins & Paisagens | Edição 2019

A Rede Brasileira de Jardins e Paisagens inicia em março a Segunda edição da série de…

Pós-evento | Morte, Arte Fúnebre e Patrimônio

  O Seminário “Morte, Arte Fúnebre e Patrimônio”, organizado e realizado pelo Grupo de Pesquisas Paisagens…

Pós-evento | Onde a morte habita?

  A mesa-redonda, "Onde a morte habita?: a cidade sob o signo da tanatologia", ocorreu na Escola…